1 Nova Forma de se Ganhar Dinheiro em 2016

Image

Olá daqui Tony Barreira,

Os Lazy Millionaires League decidiram adicionar uma nova parceria ao seu portofólio de oportunidades.

Por forma a ajudar todos os seus membros a reforçar os seus ganhos residuais e a diversificar as suas fontes de rendimento, os Lazy Millionaires têm o prazer de anunciar a sua parceria com a empresa BBOM+.

Com a mudança do cambio entre o real e o dolar na razão de 4 por 1 tornou-se imperativo poder oferecer soluções mais adequadas para o marcado Brasileiro, depois de profunda analise concluímos que a empresa BBOM+ oferecia todas as condições para que os Lazy Millionaires pudessem fazer uma parceria de sucesso com uma das Oportunidades de negócio mais promissoras neste momento no mercado.

No entanto a solução da BBOM+ não é de forma alguma uma boa oportunidade somente no mercado Brasileiro, acreditamos por tudo o que vimos da empresa que ela será um sucesso a nível global também.

A missão, visão e valores dos Lazy Millionaires League continuam intocaveis, mais vivos que nunca.

Os Lazy Millionaires referem ainda que todas as parcerias anteriores mantêm-se inalteradas, esta não é uma substituição mas sim uma adição ao que todos os Lazy Millionaires já fazem.

Estamos como sempre focados em encontrar as melhores soluções de rentabilidade existentes no mercado para que os nossos membros possam atingir todos os objectivos a que se propõem.

Para saber mais acerca da empresa Bbom+ veja atentamente estes dois videos:

Explicação do projecto Bbom+

Image
Porque escolhemos a Bbom+ , uma conversa com o Presidente da Bbom+
Image

Para saber mais da Bbom+ :

 

Clica aqui para começar a receber mais informações sobre este projecto

 

Contacte-me por skype para o poder ajudar na estratégia e o poder integrar no nosso grupo de apoio ou esclarecer qualquer questão!

Está na hora de mudares as coisas na tua vida.

Amanhã eu faço!

Amanhã eu faço!

Você costuma deixar para amanhã o que pode (ou deve) fazer hoje? Atenção, você pode ser um procrastinador.

 

Amanha eu Faço

Amanha eu Faço

Muitas pessoas enfrentam dificuldades em seu cotidiano por estarem fortemente conectadas a um aspecto mental que alguns estudiosos chamam de “enfermidade do amanhã”. Outros designam apenas como procrastinação, que consiste no adiamento quase doentio das coisas que precisam ser feitas.

Basicamente é o seguinte: sempre se deixa  para depois (ou para amanhã) o que se pode (ou se deve) fazer/começar hoje.  É como chegar na venda do Seu Joaquim e ver a placa de alerta: “fiado só amanhã”. O aviso vai estar lá todos os dias, mas o amanhã nunca chega.

Ninguém promete a si mesmo começar uma dieta hoje. Sempre é para segunda-feira (e, na terça, desiste ou deixa para a próxima segunda). Porque fazer a faxina que a casa precisa há tempos justamente no domingo, o dia criado por Deus, nosso Senhor, para descansar? “Descanso hoje e no próximo eu faço a faxina”. E por aí vai.

CLICA AQUI PARA CONTINUAR A LER ESTE ARTIGO

8 pequenas atitudes que vão ajudar você a gerenciar melhor seu tempo

Um dos grandes vilões da improdutividade humana é a mania que as pessoas têm de guardar o que deve ser feito na cabeça, pois isso gera esquecimentos e urgências

gerir tempo

Com certeza uma das principais reclamações do ser humano nos dias de hoje é a falta de tempo para fazer tudo que gostaríamos. Temos a sensação de que a vida está passando rápido demais e que acabamos por muitas vezes deixando de fazer coisas importantes na vida.
Administrar o tempo na época em que vivemos se tornou algo totalmente indispensável e necessário. É fato que não existe fórmulas mágicas que irão resolver o problema da falta de tempo do dia para a noite, porém tornar habituais algumas pequenas atitudes pode ajudar a ter uma vida com mais equilíbrio e mais foco em atividades importantes.

CLICA AQUI PARA CONTINUAR A LER…

Cinco dicas para turbinar o seu cérebro

Para aqueles que estão em busca de retomar a sua energia e recarregar o cérebro, selecionei cinco dicas bem simples que vão ajudar a arejar as suas ideias

Cinco dicas para turbinar o seu cérebro
Cinco dicas para turbinar o seu cérebro

O mundo está passando por uma grave crise de energia pessoal. Certamente você conhece alguém que esteja sofrendo com algum desses sintomas: fadiga persistente, baixa tolerância ao estresse, perda de foco, cansaço físico, baixa imunidade ou desengajamento.
Essa queda de energia está diretamente ligada ao cérebro, pois ele é responsável por consumir cerca de 75% da nossa disposição. Ou seja, quando estamos cansados e sem motivação, não conseguimos dar o próximo passo na vida. Por isso, precisamos manter o cérebro sempre recarregado de energias para que os nossos pensamentos e decisões fluam com mais facilidade.

Para aqueles que estão em busca de retomar a sua energia e recarregar o cérebro, selecionei cinco dicas bem simples que vão ajudar a arejar as suas ideias:

Durma – Dormir faz a mente relaxar, ajuda a memorizar, a ter melhores ideias e se recuperar. Esse é um dos melhores combustíveis para o seu cérebro.

Coma alimentos saudáveis regularmente – Alimentos como cereais, vegetais e amêndoas são positivos para o cérebro, pois estimulam as neurotransmissões e permitem que a sua mente funcione melhor. Tente também evitar intervalos longos entre uma refeição e outra, os médicos costumam recomendar que as pessoas se alimentem a cada três horas. Isso ajudar a manter os níveis de glicose, o que auxilia em uma tomada de decisão.

Faça as coisas mais difíceis quando se alimentar bem – Se você tomou um bom café da manhã, aproveite para fazer a sua tarefa mais difícil logo na sequência. Você perceberá que o seu cérebro trabalhará com mais facilidade, pois você estará com glicose suficiente no seu organismo para tomar as melhores decisões.

Adie decisões se estiver cansado – Caso esteja cansado, avalie se não é possível deixar a tomada de decisão para o dia seguinte. O cansaço mental nos faz optar por escolhas erradas. Deixar para o dia seguinte não vai te matar e ainda vai te ajudar a decidir com mais facilidade.

Planeje de forma antecipada – Costumo recomendar que as pessoas sempre se planejem três dias para frente. Depois, que façam uma revisão das atividades do dia seguinte e pensem em coisas básicas, como a roupa que você pretende usar ou o trajeto que você pretende fazer para ir até a sua reunião. Ao pensar antecipadamente, você consegue focar a sua energia naquilo que realmente precisa e reduz o volume de decisões para serem tomadas em cima da hora. Certamente isso vai ajudar a fazer o seu dia fluir melhor.

São cinco dicas bem simples, mas capazes de fazer você retomar a sua energia pessoal. Elas farão o seu cérebro funcionar melhor, e a sua produtividade certamente aumentará. Tudo isso está ligado ao nosso principal hardware, que é a nossa cabeça.

 

 

 

 

 

Os malucos são os mais amados ;)

5 pontos pelos quais os malucos são os mais amados

Nós queremos saber suas histórias, às vezes ficamos por horas apenas ouvindo e até curiosos com o que está acontecendo em suas vidas, às vezes porque nos fazem sentir mais poderosos e corajosos para enfrentarmos nossas adversidades

 

Os malucos são os mais amados ;)

Pense um pouco nos seus personagens de comédia favoritos, nos seriados, em alguns parentes… Podemos dizer que aquelas pessoas que são um pouquinho da pá virada normalmente têm um grande carisma e, pelo menos, tendemos a nos atrair por elas e desenvolver um carinho muito grande.

De vez em quando nos irritam com suas excentricidades, por vezes nos perturbam com seus jeitos “incoerentes de pensar”, mas, ainda assim, no final do dia, fazem-nos rir e com que nos sintamos felizes por estar perto delas.

 

É quase como um imã. Nós queremos saber suas histórias, às vezes ficamos por horas apenas ouvindo e até curiosos com o que está acontecendo em suas vidas, às vezes porque nos fazem sentir mais poderosos e corajosos para enfrentarmos nossas adversidades. Então, aqui vão 5 motivos para você liberar suas loucuras:

1 – São autênticos

Eles não escondem quem são, sabem que têm suas excentricidades e gostam delas. Na verdade, é aquilo que os torna diferentes e é o que mais amam. É infinitamente mais fácil você ser aquilo que é do que representar diversos papéis, ou vestir várias máscaras.
Pense em como é agradável estar próximo a uma pessoa que está sendo 100% verdadeira. Por mais que algumas vezes não gostemos de algumas coisas, ou não concordemos, ainda assim existe um respeito muito grande, que mexe conosco quanto mais não estamos sendo nós mesmos. Porque essas pessoas são livres das amarras de conceitos impostos pela sociedade.

2 -Têm boas histórias

É cativante uma boa história, todo mundo gosta de presenciar uma. Seja indo no cinema naquele final de tarde de domingo com alguém que gosta, seja decidindo ficar em casa em uma sexta à noite para uma sessão de pipoca, ou seja aquele livro que carrega para diferentes lugares, elas são inspiradoras. Não é à toa que as nossas mães e pais contam várias histórias desde que somos pequeninos.

Com o passar do tempo, as histórias mais inusitadas e surpreendentes começam a chamar nossa atenção, pois já escutamos tantas que aquilo que é diferente do normal nos prende. Acontece que são essas pessoas mais malucas, normalmente, que têm as histórias mais inusitadas. Elas arriscam mais e consequentemente têm mais experiências, o que é altamente atrativo.

3 – Inspiram coragem

Quando vemos sua autenticidade e o compromisso de se manterem fiéis ao seu próprio eu, por mais doido que seja, automaticamente já identificamos a coragem necessária para tal. É algo forte e impactante, o quanto dessa característica é necessária para ser maluco, mas também é um grande exemplo.

Todas as pessoas, quando vêem os mais excêntricos, apesar de até acharem ridículo o que eles fazem, seguem o tradicional comentário: “mas é preciso ter muita coragem”. E realmente é… A questão é que as pessoas começam a pensar sobre ter mais coragem para fazer aquilo que gostam ou irem atrás dos seus sonhos como se fosse uma aventura.

4 – Percepção positiva

Os doidos tendem a ser muito otimistas, pois eles querem enxergar o mundo e as suas possibilidades através das suas crenças esquisitas. Normalmente, precisam estar encontrando uma maneira singular de perceber as coisas e assim as suas ideias fazerem sentido.

Você normalmente é cativado por essas pessoas, pois elas lhe mostram que apesar de tantos problemas ou até preconceitos, elas estão super felizes, pois encontram esse jeito mais agradável de perceber as coisas, de conviver com elas. Não importa o que o acaso traga, as suas loucuras seguem forte, pois sempre têm um jeito positivo de ver tudo.

5 – São presentes

Talvez seja essa seja a característica mais surpreendente para você e a mais importante, pois, parece que às vezes esses nossos queridos malucos estão em outra galáxia. Mas na verdade não, pois normalmente são as pessoas normais que estão.

Apesar de as suas ideias serem de outro planeta, eles se fazem muito presentes para vivê-las. Eles estão ali, curtindo ao máximo sua excentricidade, inspirando a coragem, sendo autênticos. Quando você está próximo a uma pessoa mais doidinha assim, você sente que ele está ali, vivendo, fazendo, experimentando… A questão de estar apenas de corpo presente, mas já pensando na próxima e na próxima atividade, é das pessoas normais infectadas pelo vírus do “amanhã está chegando”, em que o hoje é deixado de lado.

Essas são 5 razões pelas quais devemos liberar um pouco esse nosso lado mais piradinho de ser. Veja o quanto seria libertador deixar essas suas crenças mais estranhas, essas suas peculiaridades mais esquisitas virem ao mundo. E se você tem medo, note o quanto as pessoas que fizeram isso gozam de uma admiração altíssima, muitas vezes se tornando altamente cativantes.

A Maldita Falta de Tempo

A Maldita Falta de Tempo



“Eu ainda não fiz isso porque não tive tempo” é uma frase que provavelmente você já deve ter escutado algumas vezes (se você mesmo já não a repetiu)

A Maldita Falta de Tempo
A Maldita Falta de Tempo

 

Você já teve a sensação de que estamos sendo engolidos pelo tempo?

“Não deu tempo”. “Estou sem tempo no momento”. Eu já parei de contar quantas vezes escutei essas duas frases nos últimos meses. Talvez seja a fala preferida entre as pessoas nos dias atuais.

E isso não é a toa. Muitas vezes vivemos sobrecarregados de tarefas e atividades. É tanta coisa para resolver que se existisse na vendinha um produto para fornecer mais algumas horas no dia seria sucesso na certa.

O mundo dos negócios viveria com hordas de “executivos-zumbis” entupidos de doses excessivas desse misterioso produto e se você não quisesse comprar, não se rendesse a ele, tudo bem, seu chefe certamente compraria para você.

Brincadeiras a parte, administrar 24 horas do dia para produzir tudo que gostaríamos nunca foi tão complicado – inclusive com o nosso dinheiro. E aí, aprender um outro idioma fica para depois, pensar em fazer aquela viagem desejada passa para o próximo ano, começar um curso ou pós-graduação que tinha tanta vontade é adiado mais uma vez. Afinal, falta tempo, certo?! Falta mesmo?

A verdade é que nos acomodamos em colocar a culpa no tempo, na falta de dinheiro momentânea, mas não buscamos a solução. Esperamos aquele sinal divino, aquela luz no fim do túnel que faça as coisas acontecerem por si só. E aí, o problema está armado. É por isso que, nunca foi tão importante pensar – e pensar mesmo – em uma palavrinha mágica: planejamento. É através dele que podemos dar os próximos passos para resolver obstáculos e fazer tudo que gostaríamos.

Da mesma forma que empresários e empreendedores têm suas metas de vendas e lucros para seus negócios, é necessário estabelecer objetivos pessoais claros e alcançáveis. Se não possuírmos uma vida pessoal organizada e estrategicamente pensada, dificilmente conseguiremos comandar nossa própria carreira de maneira funcional.

E o que muitas vezes se esquece é que nós mesmos somos os grandes responsáveis para as realizações de nossos sonhos e aspirações – e que, com dedicação, trabalho árduo e planejamento, é possível realizar boa parte deles. Para isso acontecer, claro, requer organização, foco, estabelecimento de metas específicas e mudança de postura.

A verdade é que ainda não dá para comprar tempo, mas podemos fazer com que ele seja bem melhor aproveitado.

Como Analisar as Conversões ??

Ei pessoal,
Espero que esteja tudo bem por ai 😉
O tema que hoje venho falar contigo,
é muito importante, mas muitas das vezes
as pessoas que já trabalham no Marketing Digital
não lhe dão valor, mas eu te explico o porque o deves fazer ….
Espero que até aqui já tenhas percebido que
ganhas dinheiro fazendo vendas de produtos e serviços,
mas para que tal aconteça, tens de fazer publicidade do mesmo …
Agora imagina, fazeres publicidade com os teus “olhos fechados”….
fazeres vendas e não saber de onde vieram essas vendas….
É irritante não ???? 😉
Agora imagina, fazeres publicidade com os teus “olhos abertos”..
fazeres vendas, saber de onde essa venda veio, voltar a lá ir
de maneira a fazer mais vendas, e mais vendas, e mais vendas ….
Yupi !!!!!
 É por isso que eu digo, tens de analisar as conversões
(que neste caso é as vendas realizadas)
Eu utilizo o Clickmeter, considero o melhor sistema de analise
e trackeamento, podes começar com uma conta gratuita,
mas tens certas limitações, em termos de analise e cliques ….
Experimenta, faz a tua conta gratuita e brinca um pouco …
Em breve, faço um video tutorial para te explicar como funciona

O Facebook Não Presta …. ???

O Facebook Não Presta …. ??? Nada disso 😉 É fantástico !

Mas quando digo que é fantástico, me relaciono em termos de negócios,
de fazer publicidade para os produtos que promovo, não para andar
a “cuscar” a vida dos outros ou para andar a jogar … (Relax, eu também fazia isso)

Mas a certo tempo me apercebi do potencial que esta plataforma tinha …

E tive de mudar a minha maneira de estar no Facebook, para poder
obter mais performance , mais resultados com menos investimento …

Sim, investimento, tens de investir para fazer publicidade no Facebook….
Eu sei que deves estar a pensar .. “Ai ai,,, gastar dinheiro …. eu não quero ..”

Pois deixa-me colocar-te as coisas nesta perspectiva :
Trata-se de investir e não gastar .. mas imagina o seguinte…
(lembra-te, não estou a garantir nada, tudo depende do teu trabalho aplicado)

Investes 20€ em publicidade e obtens um retorno de 50€ em comissões
nas vendas dos produtos que estavas a fazer a publicidade …

Ou seja um lucro de 30€ … 😉

Hum…. assim já pensas diferente em relação a publicidade não ??
Estarias disposto a investir 20€ por dia não ?? ou mesmo uns 200€ ?

CLARO QUE SIM !!!

A publicidade é muito importante em qualquer negócio,
produto, serviço, empresa, enfim … em quase tudo 😉

Mas tens de saber como fazer as coisas certas…
De maneira a poder obter mais retorno com pouco investimento …
De maneira a colocar o teu anúncio em frente da pessoa certa,
do teu potencial comprador.. Uma publicidade bem feita,
é meio caminho andado para uma venda 😉

Analisa esta imagem :

Screenshot - 13-07-2015 , 16_26_47

Eu explico …
Paguei 18,05 € durante 5 dias …
Obtive 84 novos gostos na página…
1.434 gostos na publicação e 3.833 partilhas … dass 🙂
Atingi 60.800 pessoas, das quais paguei para isso …
Mas o mais lindo, é que também atingi 277.888 pessoas sem pagar …SEM PAGAR 😉
Fazendo um total de 338.688 pessoas com apenas 18 € ……..

Não existe nada no mundo com um grande potencial de
publicidade como esta plataforma do Facebook ….
Acessível, fácil e bem implementado, é meia venda feita 😉

SSIIMM !!! Vendas, vendas, vendas 😉

Screenshot - 11-07-2015 , 00_14_32

 

É isto que eu faço, e que tu também podes fazer,
não é difícil, mas tens de te dedicar para aprenderes a
fazer as coisas e acima de tudo, a aplicares o que vais aprendendo 😉

Imagina como este tipo de negócio pode mudar a tua vida….
Teres mais liberdade para fazer o que tu gostas…
Com quem tu gostas…. Quando quiseres ..Aonde quiseres…
Sem teres ninguém a mandar em ti … Vais ser o teu próprio dono(a)

Vais deixar de te preocupar com o dinheiro ….
Imagina isso tudo, o que podes conseguir ….

Não se trata apenas de SOBREVIVER… Mas sim de VIVER A VIDA !

Isto é possível …. Tu consegues fazer isto 😉

—»»» CLICA AQUI PARA TE REGISTARES «««—

registar clique

 

Partilha Este Artigo Nas Redes Sociais

Empreendedorismo: da ficção à dura realidade

Empreendedorismo

Era uma vez um garoto que, apesar de nunca ter trabalhado, tinha ideias geniais e uma vontade muito grande de colocá-las em prática. “Jones” não imaginava que, para abrir seu próprio negócio, ele precisaria viver uma aventura cheia de desafios e lutar contra um impiedoso vilão: o Governo.

Como todo principiante, ele compartilha sua ideia com amigos e familiares e é estimulado a dar vida a esse projeto. Essa ideia parece uma “doença contagiosa” e toma conta do garoto. Ele não fala em outra coisa, não pensa em outra coisa. Só tem olhos para seu projeto e não para de imaginar em como será feliz quando ele se tornar realidade. Até mesmo a namorada não aguenta mais ouvi-lo falar sobre a tal aventura e de suas expectativas.

Em meio a todo entusiasmo e preparativos, surge o primeiro desafio: criar um bom nome. Uma tarefa difícil, principalmente quando o negócio precisa ter presença na internet – todo nome bacana que ele pensa em criar já existe e, quando não existe, alguém já registrou.

Nome escolhido, agora é preciso um logotipo. Será mesmo? Ainda não tem pesquisa de mercado, não estudou o consumidor, a concorrência e nem a viabilidade do negócio. Mesmo assim, ele vai em frente com seu projeto. “É uma ideia inovadora, não tem como dar errado”, pensa Jones.

Pois é assim mesmo que a maioria começa um negócio! Apenas no sentimento, na raça, na esperança de que tudo vai dar certo. E é aí que a verdadeira aventura começa! O empreendedor vai entrar em uma floresta escura e sem fim, mas com promessa de um pote de ouro no final.

Até então, é dia e os passarinhos cantam. O logotipo ficou lindo, o texto de missão, visão e valores é mágico – como manda o figurino – e o plano de negócios de quatro páginas está pronto. O sentimento de confiança continua: tem algo falando que esta é a oportunidade da sua vida, um oceano azul.

Mas, de repente, começa a anoitecer. Pediram um tal de ‘fiador’ para o aluguel de uma sala, além de um comprovante de renda. Mas que renda? Ainda não tem um negócio, muito menos renda! E o preço do aluguel abocanhou a poupança de Jones. Se ele não começar a vender logo, além de escurecer, vai começar uma terrível chuva. O jovem empreendedor começa a ficar assuntado, afinal, a linda e encantadora floresta começa a revelar um lado obscuro, frio e burocrático.

Após a noite mal dormida, em que as primeiras preocupações virem à tona, amanhece um lindo dia de sol. Chegou a hora de comprar os móveis e equipamentos para mobiliar a loja. Este é um momento mágico, seria quase “o grande final de um filme”, no qual Jones beija a mocinha. Mas é aí que o tiro sai pela culatra e deixa nosso herói desacordado por dias, quase em coma. Ele gasta mais do que deve. Compra decoração, uma mesa mais bonita, um computador mais potente, um quadro para parede onde tinha um horizonte azul pintado…

Depois do baque, levanta atordoado e se dá conta de que as compras estão parceladas no cartão e a data de vencimento da fatura ainda está longe. Os móveis chegam, a internet é instalada, que dia mágico! Fica arrumando sua casa na floresta até altas horas e, depois, reúne os amigos em volta da fogueira para comemorar! “Amanhã tudo começa e minha vida vai mudar! Fiz o que precisava fazer”, pensa o empreendedor Jones.

Na manhã seguinte, nosso aventureiro acorda animado e vai à luta. Mas logo cedo descobre que precisaria ter um eterno aliado: o contador (embora ele só traga péssimas notícias). Lá se foi mais dinheiro para um tal contrato social e para os primeiros impostos…
Como se trata de um negócio novo e pequeno, Jones contrata dois funcionários. Em seguida, recebe da contabilidade mais impostos para pagar. As contas se acumulam antes mesmo de realizar sua primeira venda. Já ansioso com a situação, Jones senta-se em sua mesa e pensa que ainda não chegaram as contas de água, luz, IPTU e por aí vai…

Quando registra sua primeira grande venda, felicidade total? Não! Percebe que deve pagar mais impostos, emitir uma nota fiscal pelo que vendeu. Isso, sem contar o valor que já havia pago por todos os produtos que estavam em sua loja. A chuva nesse momento é acompanhada de raios e trovões e está quase ininterrupta. Já desesperado, o empreendedor Jones lamenta: “Eu não tinha pensado em todos esses valores quando coloquei preço no meu produto. Como vai ser agora? Meu lucro, onde vai ficar? Como repassar esses valores para os meus clientes? Mas vou assim mesmo! Já cheguei até aqui, vamos em frente!”.

Deste dia em diante, raramente fez sol na floresta.

Infelizmente esse “conto” é mais comum do que se imagina. Empreender transforma os empreendedores em aventureiros.

Mas de uma coisa eu tenho a certeza: todos são heróis! E os que permanecem no mercado são, ainda, mais, pois enfrentam os desafios e os monstros da floresta diariamente, sem exceção.

Seja Um Empreendedor —»»»  CLICA AQUI

10 conselhos que roubei de pessoas mais produtivas do que eu

10 conselhos que roubei de pessoas mais produtivas do que eu

Ser mais produtivo é questão de escolhas; aprenda como fazer as certas

produtivas

Como todas as pessoas, eu gosto de pensar em mim mesmo como uma pessoa produtiva. Se eu sou, porém, é porque fui impiedosamente eficiente em uma coisa: roubar os segredos e métodos de pessoas que são bem mais inteligentes do que eu.

Em minha carreira, tive a felicidade de entrar em contato com autores renomados, empreendedores bem sucedidos, investidores, executivos, e pessoas criativas. Alguns não conheci pessoalmente, mas encontrei seus pensamentos em forma de livro. Sabendo eles ou não, eu incorporei o que julguei serem suas melhores ideias quanto a produtividade.

Abaixo estão os segredos que aprendi dessas pessoas. Obrigado, pessoal! Vocês me ajudaram a realizar mais coisas e a ser mais criativo.

1- Listar tarefas

Com Tim Ferris aprendi a arte da lista de tarefas. Uma simples e direta lista. Um cartão de anotações, cinco ou seis itens grandes e é isso. Todos os dias eu risco essas itens da lista e rasgo o cartão onde fiz as anotações. E esse é o sistema.

2- Guardar referências de livros

Robert Greene, renomado autor do livro As 48 leis do poder, me mostrou como ele cria seus livros. Seu sistema de notas mudou minha vida. Dobro as páginas de cada livro que eu leio e então volto e seleciono as informações que quero e as transfiro para cartões de anotações. Então organizo essas notas por tema em caixas. Hoje eu já acumulo centenas de milhares desses cartões, aos quais recorro quando preciso de uma anedota, fato, inspiração, estratégia, história ou exemplo.

Com Tobias Wolff, em seu livro Meus dias de escritor, aprendi a guardar tempo para digitar citações e passagens de ótimos livros. Faço isso quase todos os finais de semana. Isso me fez um digitador mais rápido, um escritor bem melhor e uma pessoa mais sábia. Do filósofo Montaigne, aprendi a importância de manter um livro de referências. Se algo chama a sua atenção, escreva, grave em algum lugar. Use depois. Simples assim.

3- Manter um diário

De Casey Neistat, popular realizador de filmes, artista e youtuber, aprendi o truque de sempre manter um Moleskine pequeno por perto, no qual escrevo todos os dias: pensamentos, lembretes, anotações, lições. Prefiro um que caiba no meu bolso, assim sempre tenho papel comigo. Os últimos meses foram incrivelmente difíceis e esse diário me ajudou a lidar com isso.

4- Produtividade no email

Com David Allen & Merlin Mann aprendi a importância de ter uma caixa de entrada sempre zerada. Sempre. Ramit Sethi tem um conselho que me ajuda a cumprir o primeiro: você não precisa responder todos os emails que recebe. O botão “deletar” é um jeito rápido de manter a caixa de entrada no número zero. Outra dica: há uma ótima citação de Napoleão sobre como ele adiava abrir cartas para que, quando ele finalmente as abrisse, os assuntos não muito importantes já estivessem solucionados. tento fazer o mesmo quanto aos meus emails.

5- Dizer não

“Não” é a uma palavra poderosa e produtiva, segundo James Altucher. Nós pensamos que somos obrigados a dizer sim a tudo, e então nos questionamos porque não temos tempo suficiente. Aprender a dizer não – “Não, obrigado”, mais especificamente – irá energizar e animar você. Faça isso o máximo que puder.

6- Desligar-se

Esqueço quem me deu essa ideia, mas nunca compre wi-fi para o avião. Esqueça a internet durante todo o voo. Atualize-se nas suas atividades. Pense. Leia.  aprendi um ótimo truquezinho. Deletar o app do Facebook do celular. Apenas faça isso. Confie em mim.

7- Colocar ideias em prática

Niki Papadopoulos, sempre diz: “Ok, então, tente colocar no papel”. Em outras palvras, ela quer dizer “comece as coisas”. Geralmente ela diz isso logo após eu explicar minha ideia para um  artigo. Planejar é ótimo, mas pessoas produtivas colocam as ideias e planos em prática.

8- Escutar a mesma música várias vezes

Acho que de Tucker Max eu roubei a ideia de ouvir a mesma música de novo e de novo. Isso faz com que você se desligue e entre em uma zona criativa. Minha playlist no iTunes é vergonhoso, mas não ligo. Ouvir a mesma música centenas de vezes é como eu consigo fazer tantas coisas em pouco tempo.

9- Escolher um ambiente produtivo

Aaron Ray .Ele é um produtor de cinema e gerente de imenso sucesso, mas eu reparei em uma coisa: ele quase nunca estava no escritório. E sempre tinha uma desculpa ridícula para isso. Eventualmente eu entendi o porquê: ele evitava as baboseiras do escritório que sugam tanto tempo das pessoas. Por não estar sempre lá, ele conseguia realizar muito mais. Conseguia ver o que era importante. E como um bônus extra, todos sempre estavam falando dele: “Onde está Aaron? Alguém viu Aaron?”.

Ainda sobre esse assunto, Frederick Douglass diz que “um homem é trabalhado por aquilo no qual ele trabalha”. A lição aqui é ficar longe de ambientes tóxicos, que impedem a produtividade, e tentar se afastar de problemas sem solução.

10- Não fazer tudo sozinho

Como agente de talentos, Aaron Ray me mostrou porque você nunca deve desperdiçar seu tempo ou seu dinheiro fazendo suas próprias negociações sempre. Esse conselho me ajudou bastante. Repasso perguntas a um especialista em falas públicas, projetos relacionados a livros a um editor, pedidos de entrevistas para um assistente, coisas relacionadas a televisão e filmes ao próprio Aaron etc. Sim, isso significa que eu os pago por isso, mas sabe o quê? Todos os serviços de valor têm um custo. Apenas um bobo representa a si mesmo em todo o tempo.